TV Cultura lança programa “Evolução – a festa da vida”

Nova série Videociência aos sábados, às 18h, na TV Cultura, aborda a evolução biológica.

A partir de 24 de outubro, a TV Cultura exibe aos sábados, das 18 às 19h, a série “Evolução, a Festa da Vida”, de seis episódios sobre a teoria da evolução e seus impactos no nosso dia-a-dia. Desenvolvida pela Video Ciência Produções em parceria com a Escola SESC de Ensino Médio e apoio do Projeto Ver Ciência, a nova série tem formato de talk show, com platéia de 40 jovens de todo o Brasil (alunos da Escola SESC Ensino Médio), cientistas convidados da USP e da UFRJ e várias bandas que animam a galera e dão o clima festivo dos programas.

Os programas têm apresentação dos jornalistas Vinícius Canisso e Bruna Aucar e participação especial do Professor Nelio Bizzo, da USP, especialista no tema evolução e coordenador científico da série, que apresenta e entrevista outros cientistas convidados, da USP e da UFRJ. A direção geral é do jornalista científico Sergio Brandão, diretor da produtora independente Videociência e curador internacional das mostras Ver Ciência, um apaixonado pelo tema da teoria da evolução.

“Evolução, a Festa da Vida” terá pré-estreia para imprensa e convidados no dia 16 de outubro em Jacarepaguá.

O primeiro programa, “Antes e Depois de Darwin”, mostra a passagem marcante do cientista pelo Brasil, em 1832, com apenas 23 anos de idade. A Profa. Maria Isabel Landim, do Museu de Zoologia da USP, explica por que o mundo tem motivos de sobra para celebrar a fabulosa contribuição do naturalista britânico ao avanço do conhecimento.

O segundo, “Quanto Tempo Leva a Evolução? / Darwin e o Tempo Geológico” aborda as contribuições da Geologia e da Paleontologia para a compreensão do desenvolvimento da teoria evolutiva de Darwin.

O terceiro, “O que é Seleção Natural?” analisa as questões relativas à diversidade biológica, à reprodução dos seres vivos e à competição entre indivíduos da mesma espécie.

O quarto, “O que Darwin não conhecia? / Genética e DNA” explica como Darwin concebeu sua teoria da evolução por seleção natural sem mencionar os mecanismos modernos da hereditariedade e da origem da variabilidade entre indivíduos da mesma espécie.

O quinto, “Por Que Somos Como Somos / Darwin e a Psicologia” nos ajuda a compreender o comportamento humano e explica em que aspectos ele é semelhante e diferente ao dos animais. Ou melhor: em que medida há uma base biológica para esta explicação.

O sexto e último programa, “Aplicações da Teoria da Evolução / Para Onde Vamos?”, explora as aplicações e implicações da teoria da evolução em diversas áreas, como na medicina, na agropecuária, na proteção ao meio ambiente e até na ciência de computação.

__________

E-mails para o programa: festadavida@verciencia.com.br

__________

EVOLUÇÃO, A FESTA DA VIDA

Direção Geral: Sérgio M.C. Brandão / Produção: Videociência

Programa 1 – “Antes e Depois de Darwin” – 24 de outubro, 18h
Programa 2 – “ Quanto tempo leva a Evolução? / Darwin e o Tempo Geológico” -31 de outubro, 18h
Programa 3 – “O que é Seleção Natural” – 7 de novembro, 18h
Programa 4 – “O que Darwin não conhecia / Genética e DNA” – 14 de novembro, 18h
Programa 5 -“Por Que Somos como Somos (Darwin e a Psicologia) – 21 de novembro, 18h
Programa 6 – “Aplicações da Teoria da Evolução / Para onde vamos” – 28 de novembro, 18h

Leia também

Nenhum comentário até o momento

  • Rodrigo Véras 16 de fevereiro de 2012  

    Eu acho que deve ser referente ao códon de início que codifica para uma metionina que é retirado da proteína final.

    Verdade, Luiz. O processo de evolução adaptativa é bem mais contingente e oscilante que o que normalmente se apresenta em materiais de divulgação. Como já comentei em alguns artigos aqui do evolcuionismo, essa estocasticidade inerente a evolução, mesmo em se tratando das pressões de seleção, pode mesmo ser fundamental para que certos tipos de complexidade se acumulem durante a história da vida e para que certos vales adaptativos sejam atravessados.

    [ ]s

Deixe um comentário