Para acessar os artigos relatando e analisando a descoberta de 1500 fósseis, encontrados em um sistema de caverna sul africano e atribuídos a nova espécie humana, Homo naledi, veja aqui e aqui.

Um espaço para agregar ciência e filosofia sobre evolução biológica. Contribua!

Mais Ação: Ilha Queimada Grande (A Ilha das Cobras) - 17/07/2012

O programa visitou a Ilha Queimada Grande, onde o biólogo Breno Damasceno do Ceam Galápagos, o repórter André Julião e o fotógrafo João Marcos Rosa fizeram u...

Exibições: 122

Comentar

Você precisa ser um membro de Evolucionismo para adicionar comentários!

Entrar em Evolucionismo

Comentário de Jório Eduardo de Freitas Maia em 24 abril 2014 às 16:41
Evolução à Brasileira

ISOLAMENTO GEOGRÁFICO

1. Há cerca de 10 mil anos atrás jararacas viviam numa região sul de São paulo.
2. Com o fim da glaciação e o elevamento do nível das águas, Um pedaço do litoral ficou separado do continente por 35 Km formando a Ilha da Queimada Grande
3. As jararacas que permaneceram no continente ficaram separadas das jararacas que ficaram na ilha da Queimada Grande
4. As jararacas do continente comiam roedores e pequenos mamíferos
5. as que ficaram na ilha da Queimada Grande tiveram que se adaptar a caçar pequenas aves e ficaram conhecidas como Jararaca- Ilhoa

UM PODEROSO Veneno
1. Separadas geograficamente, estas espécies sofreram ação do ambiente que selecionou características diferentes entre as jararacas do continente e a Jararaca-ilhoa
2. A jararaca-ilhoa desenvolveu um poderoso veneno que é 15 a 20 vezes mais forte que o da jararaca do continente
3. A razão desta adaptação está no fato que para matar aves era preciso um veneno eficaz, capaz de paralisar a presa, do contrário a ave voaria para longe
4. A jararaca Ilhoa desenvolveu, por mutações, toxinas mais poderosas e produtoras deste veneno

OUTRAS ADAPTAÇÕES
A jararaca-ilhoa ficou menor, mais leve e com a ponta da calda semi-preênsil, o que facilitava sua locomoção em árvore. Além disso desenvolveu um dente semicurvo que facilitava segurar as aves

As duas jararacas não podem mais se cruzar e são consideradas espécies distintas
A jaracraca ilhoa é uma espécie única e diferenciada só existe na Ilha da Queimada Grande
Esta cobra está ameaçada de extinção, por vários motivos, como queimadas, e o fato dela se reproduzir por parentes entre si, visto que é uma espécie única e seu cruzamento se dá entre parentes, gerando várias anomalias

Portanto, temos aqui no Brasil, um excelente exemplo, na verdade, um símbolo mundial de especiação por isolamento Geográfico e também reprodutivo

© 2017   Criado por Eli Vieira.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço