Para acessar os artigos relatando e analisando a descoberta de 1500 fósseis, encontrados em um sistema de caverna sul africano e atribuídos a nova espécie humana, Homo naledi, veja aqui e aqui.

Um espaço para agregar ciência e filosofia sobre evolução biológica. Contribua!

Estava assistindo a um episódio de uma série de documentários chamada "Odisseia da espécie" dirigida pelo cineasta francês Jacques Malaterre. Nesse episódio em questão, que foca os primeiros encontros entre neandertais e cro-magnon, o paleoantrópologo israelense Yoel Rak afirma que os mais antigos fósseis já encontrados de espécimes de Homo sapiens teriam sido descobertos por pesquisadores franceses e ingleses durante escavações realizadas em uma série de grutas em Israel.

Até onde sabia, ou julgava saber, os mais antigos fósseis de Homo sapiens teriam sido encontrados na África. Seriam esses fósseis encontrados em Israel um indício de que a teoria multirregional (segundo a qual, o Homo sapiens teria surgido em diferentes continentes a partir do Homo erectus) está correta?

Agradeço qualquer informação.

Exibições: 532

Responder esta

Respostas a este tópico

Caro Marco, não sou cientista muito menos biólogo, apenas um curioso, talvez como vc. Há uma diferença entre "entender" algo, e "saber" sobre esse algo, exemplo, a mágica. Podemos entendê-la, sem saber fazer mágica alguma. Entender demanda evolução da inteligência (sequer sabemos de fato o que seja), saber demanda "conhecimentos" que se acumulam.

Está preocupado como "homo-sapiens", temos mais recentemente o "homem Adâmico ou Agrícola", que ainda utilizam o "corpo orgânico" do Homo-sapiens. Surgiu como diz a Bíbila (literalmente)? Claro que não, na realidade se tratou de uma "nova espécie" de ser-humano, que se diferencia brutalmente do "homo-sapiens", não pelo organismmo, MAS PELA EVOLUÇÃO DA INTELIGÊNCIA. E surgiu de um único indivíduo num determinado ponto do planeta? Pela Bíblia sim, MAS A BÍBLIA É UM DOUTRINA Religiosa, que como as demais, TÊM COMO PARADIGMA: se cada um for melhor, a sociedade também o será, e a descrição de "fatos" não tem como temos hoje, o caráter de reportagem. Claro que hoje sabemos que não veio nenhum deus aqui, fazendo um boneco de barro, e dele, o homem!

O Homo-sapiens é de fato uma "espécie orgânica" (origem do corpo) que teria surgido na Terra por volta de uns 300 mil anos (hoje "corrigigo"), e de fato, é quase que certo que não surgiu "apenas na Africa", mas com certeza "espalhado" pelo Planeta, não de forma generalizada, mas da mesma forma que o "homem agrícola ou adâmico". Claro que o conceito evolucionista para isso está equivocado, porque trás o equívoco da natureza aleatória. Pense no automóvel, surgiu num único ponto e de um único carro? As coisas quando surgem da "inteligência", ocorrem de forma mais ou menos "diceminada", o grande equívoco evolucionista é entender que as coisas podem ocorrer sem a presença do fator "inteligência", seja lá de quem for. A história do automóvel mostra-o surgindo quase que na mesma época, em várias nações da Europa, EUA e outros pontos do planeta. Como se o "pensamento ou ideia" possa se locomover de uma lado para outro independente da forma como se faça (hoje podemos pensar na transmissão de pensamento).

Então, caro Marco, o "homo-sapiens" não é um "ente", é apenas uma "figura", que na realidade evidencia o organismo material que chamamos "corpo", que hoje temos. Como Adão, que de fato nunca existiu, mas deu origem ao "homem adâmico", que de fato somos nós hoje! Contudo, crenças não se discutem, o que se discute é a "explicação ou argumento" que leva a ela! arioba

Responder à discussão

RSS

© 2018   Criado por Eli Vieira.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço